Visto americano não é um bicho de 7 cabeças.

Outro dia estava com uma amiga tomando café, e ela me falou que eu deveria fazer um post sobre o visto americano, mas não porque no google está cheio de pessoas que vendem consultoria pra isso, mas porque eu faço isso há anos para os meus amigos e não amigos kkkk por gostar de ajudar. e eu acabei virando uma especialista em como tirar visto americano B1/B2.

Uma coisa que todo mundo deveria entender, os americanos não são contra os turistas e sim os trabalhadores ilegais. O turista traz renda, movimenta a economia, e gera empregos. Mas vamos combinar, os brasileiros comprariam até os esquilinhos fofos se estivessem a venda. Nós amamos comprar!

Agora chega de enrolação e vamos para as 7 dicas essenciais para mostrar que tirar o visto americano, não é tão difícil assim:

Tio Sam – foto pixabay

1 . Formulário DS-160

Sabe aquele ditado “A primeira impressão é a que fica”, pois é, ele será a primeira impressão.Este documento que você preenche online irá te apresentar aos americanos, é através desse formulário que eles irão saber quais as suas intenções em visitar os EUA. Se você já teve contato com um, você sabe o quanto que ele é extenso e chato de preencher. Uma dica importante: enquanto estiver preenchendo este formulário salve o tempo todo, para não perder tudo o que você fez. (Eu sei disso, eu perdi tudo o que fiz uma vez kkkk)

2. Mentira tem perna curta

Mentir é feio, muito feio mesmo. Quando preencher o DS-160 coloque a verdade, pois as chances deles pedirem documentos para você comprovar o que colocou são enorme. Exemplo: Uma vez eu auxiliei um amigo, e preenchemos o formulário DS-160, ele me passou o salário dele e função. Só que na hora da entrevista solicitaram a documentação para ele comprovar isso. O RH da prefeitura emitiu um documento com o cargo dele diferente que colocamos, o que aconteceu? Ele foi o meu único amigo ter o visto negado e por uma coisa tão tonta. Fiquei morrendo de só, o sonho dele era conhecer os EUA, eu estava até dando aulas de inglês para ele.

3. Não compre sua viagem antes de ter o visto concedido.

Só me explica como você irá viajar para um lugar, se não tem permissão para entrar lá. Pois é, não tem explicação. Mas se você é o Silvio Santos e faz aviãozinho com dinheiro, eu não vou me meter.

O consulado não obriga que você possua a viagem toda comprada, eles só pedem que você indique o seu plano de viagem. Quantos dias você pretende ficar nos EUA, qual o lugar que você irá visitar, o mês que você quer ir e onde irá se hospedar. Aí você pensa, como eu faço, eu não tenho onde ficar, não paguei o hotel, não tenho parentes ou amigos que moram lá? Não tem problema, escolha um hotel que você conheça, que tem a intenção de ficar e indique esse endereço. Mas por favor indique um hotel que você tem condições de ficar. Não vai me colocar um Four Seasons se você só pode pagar o Comfort Inn.

4. Vá vestido como se fosse para uma entrevista de emprego.

Você está indo para uma entrevista, não estou dizendo para ir de terno ou com o seu vestido de formatura, mas vá apresentável. Não vá de bermuda e chinelo, você não está indo pra praia. Não coloque top, short Carla Perez (nem sei se fala isso ainda), e aquele decote pra jogo, lembre-se você não está indo pra balada, churrasco e sair com os amigos. Você está indo falar com americanos, com pessoas de outra cultura.

5. Conseguir o visto é igual conseguir o crediário das Casas Bahia, você precisa provar que tem como pagar.

Isso é óbvio né. Como você vai fazer uma viagem internacional e não tem como pagar? Na hora eles vão sacar que tem algo errado. Até eu que sou tonta.

Você só precisa comprovar que você tem condições de pagar por essa viagem, ou que alguém irá pagar por ela. Como família, empresa e etc. E como sempre leve a documentação para provar tudo o que você fala.

6. Prove que você sua vida está no Brasil e que você irá voltar.

Provar o vinculo com o país é mais importante que provar que tem dinheiro para pagar a viagem. Prove para os americanos, que seu lugar é no Brasil e que você está indo passar suas férias. Você tem estabilidade, emprego, família, suas coisas estão aqui. Os americanos só querem que você prove que você é um turista.

7. A entrevista.

Sério gente, essa é a pior parte de todo o processo. Você entra no consulado e já sente que está sendo observado, é esquisito demais. E muitas vezes acabamos vendo as pessoas tendo o visto negado o que é horrível, pois nos deixa mais nervoso do que já estamos. Eu tenho uma teoria da conspiração kkkk, que quando você chega para a entrevista eles já possuem o seu visto pré aprovado ou não, e que a entrevista serve para confirmarem algumas coisas do formulário DS-160. Mas verdade ou não,vou dar umas dicas para a entrevista:

  • Mantem a calma;
  • Só responde o que perguntarem;
  • Não inventa as coisas para impressionar;
  • Leve todos os documentos;
  • Eles não mordem;
  • Eles não estão contra você.
Mickey Mouse (O dono da minha vida). Imagem: Pixabay

E é isso, viu como é simples, se você seguir os passos, é só arrumar a mala, e correr dar um uta no Mickey Mouse.

Mas se precisar de ajuda para tirar o visto americano fale comigo, me mande um e-mail, um sinal de fumaça, pombo correio, ou pode me chamar no insta @viajeinoroteiro, ficarei mais do que feliz em ajudar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.